Skip to content

O Evangelho segundo Marcos

23/01/2012

1. INTRODUÇÃO
O evangelho escrito por Marcos é o menor dos quatro evangelhos. Foi deixado em segundo plano até o século V, mas hoje se destaca por proporcionar uma leitura dinâmica e simples da vida e obra de Jesus.
Em meio a uma igreja perseguida, vivendo constantemente sob ameaça de morte, o evangelista Marcos publicou suas “boas novas”.

2. AUTORIA, LUGAR E DATA DE COMPOSIÇÃO
Quem escreveu o evangelho de Marcos?
Já sabemos que formalmente, os evangelhos são considerados anônimos, pois não há assinatura de seu autor. Não é diferente com este evangelho.
A tradição aponta João Marcos como o autor do segundo livro do NT.
E quem foi João Marcos? Para formarmos um retrato do evangelista, devemos consultar uma série de textos bíblicos: At. 12.12, 25; 13.5, 13; 15.36-39; Cl. 4.10; 2 Tm. 4.11 e 1 Pe. 5.13.
O que temos a partir disso é: Marcos era de família cristã de Jerusalém, ajudante de Paulo, Barnabé e Pedro. Muitos acham que o anônimo jovem de Mc. 14: 51 foi o próprio Marcos. Provavelmente seu lar fosse um centro de reuniões dos dirigentes cristãos em Jerusalém, pois foi a primeira casa que Pedro procurou quando foi livre da prisão (At. 12: 12). Nela também ficava o cenáculo, onde se celebrou a última ceia.
Marcos foi levado às missões por Barnabé e acompanhou-os a Chipre, depois a Perge, na Panfília, mas não prosseguiu até o final da primeira viagem missionária. Amadureceu no decorrer dos anos, como vemos no seu relacionamento com Barnabé e, depois, com Paulo. Depois do episódio de Atos 15, Marcos desaparece da narrativa e só voltou a ser citado 10 anos mais tarde, em Cl. 4: 10, quando esteve com Paulo em sua prisão, em Roma. Tempos depois, Paulo diz que ele lhe é útil no ministério. Também trabalhou junto com o apóstolo Pedro, 1Pe. 5: 13.
Onde foi escrito o evangelho de Marcos?
Segundo a tradição patrística, Marcos escreveu seu evangelho em Roma, na ocasião em que Pedro e Paulo estavam lá. Assim escreveu Clemente de Alexandria (150-215):
Quando Pedro pregara a Palavra publicamente em Roma e pelo Espírito proclamara o evangelho, os que ali estavam presentes solicitaram insistentemente a Marcos – na qualidade de acompanhante daquele apóstolo havia muito tempo e capaz de lembrar o que ele dissera – que registrasse o que fora dito. Assim, ele o fez conforme lhe fora requisitado entregando o evangelho aos que o solicitaram.
Em resumo, Marcos registrou por escrito as memórias de Pedro, quando este se encontrava em Roma.
Quando foi escrito o evangelho de Marcos?
Entendemos que Marcos foi escrito como uma síntese de Pedro a partir dos evangelhos de Mateus e Lucas, o primeiro escrito para uma audiência judaica e o segundo para uma audiência gentílica.
Alguns podem perguntar: se já havia dois evangelhos circulando, qual o motivo de Marcos registrar mais um evangelho e, ainda por cima, menor que os outros dois?
A resposta é que inicialmente as memórias de Pedro registradas por Marcos não foram consideradas um evangelho nos moldes do de Mateus ou Lucas. Pedro proferiu palestras e Marcos anotou, como era costume da época. O documento só começou a circular porque alguns solicitaram cópias.
Uma data entre 62 e 65 AD é a provável para a publicação de Marcos, coincidindo com um início de perseguição por parte de Nero.

3. COMO MARCOS ORGANIZOU SEU EVANGELHO?
Primeiramente, é importante ressaltar o estilo dinâmico da escrita de Marcos. Ele usa uma palavra grega que pode ser traduzida por “imediatamente”, “logo”, “no mesmo instante”, cerca de 47 vezes. As narrativas ocorrem com muita velocidade.
Marcos enfatiza mais os atos de Jesus do que seus ensinamentos (ao contrário de Mateus).
Podemos dividir os 16 capítulos de Marcos em duas partes principais e bastante diferentes entre si.
Na primeira parte (1.1 – 8.30), Jesus é retratado como um homem de ação e coragem. Há vinte relatos de milagres em Marcos. Combinados com sumários de cura, essas unidades compreendem um terço do evangelho e quase metade dos 10 primeiros capítulos. É nessa parte também que temos o que ficou conhecido como “segredo messiânico”, uma série de declarações de Jesus para que sua identidade não fosse revelada naquele momento (1.34, 44; 3.12; 5.43; 7.36, 37; 8.26). Na verdade, Jesus estava ensinando que sem uma apreciação de seu sofrimento, não se compreende seu chamado messiânico.
O trecho de Mc. 8.27-30 marca uma transição importante. Jesus se põe a caminho de Jerusalém e, consequentemente, do calvário. A partir daqui, Ele anuncia sua missão de Servo Sofredor (8.31; 9.9-12; 9.30-32; 10.32-34).
Encontramos em Mc. 10.45, o versículo chave para a interpretação do evangelho.

4. QUAL O PROPÓSITO DE MARCOS?
Se em Mateus Jesus é o Rei messiânico, em Marcos Ele é o Servo Sofredor.
Devemos lembrar que a igreja em Roma passava por um período de perseguição. Marcos, então, mostra claramente que Jesus tem poder sobre todo mal. Ele expulsa demônios, ele acalma as forças da natureza, Ele cura as doenças. A igreja segue alguém poderoso.
Mas, segue alguém que caminha resolutamente para a morte, em obediência ao Pai. Aquele que tem todo poder também é servo de todos e se entrega pelos seus.
Marcos passa a explicar, na segunda parte do evangelho, o que é o verdadeiro discipulado. Assim como o Filho do Homem veio para servir, assim também seus discípulos devem fazer; o caminho rumo ao calvário não é exclusivo do Mestre, mas é também o caminho do discípulo (ver 8.34-38; 9.35; 10.15, 29-31; 10.45).
Interessante é que justamente aqui Marcos registra o fracasso dos discípulos em compreender o caminho de Jesus.
Metade desse evangelho trata do movimento para a semana final do ministério de Jesus. É a maior proporção entre todos os evangelhos.
O servo Jesus é um exemplo de como caminhar com Deus em um mundo que rejeita aqueles que foram enviados pelo Senhor.

Anúncios

From → Novo Testamento

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: