Skip to content

O culto familiar IV

16/06/2012

Dando prosseguimento a esta série sobre culto familiar, segue a quarta parte do estudo publicado em http://www.monergismo.com/textos/familia_casamento/culto_familiar_beeke.htm#_Toc97150389

Algumas pessoas opõem-se ao culto familiar regular, citando estas razões:

    • Não há uma ordenança explícita na Bíblia para ter o culto familiar . Embora não haja uma ordenança explícita, os textos citados anteriormente tornam claro que Deus ordenaria as famílias a adorá-lo diariamente.
    • Nossa família não tem o tempo para isso . Se você tiver tempo para recreações e prazeres, mas nenhum tempo para a adoração da família, pense sobre II Timóteo 3:4-5, que adverte sobre os povos que amam os prazeres mais do que Deus; eles têm aparência de piedade, mas negam o poder dela. O tempo gasto em atividades e assuntos da família para buscar a benção de Deus nunca é desperdiçado. Se nós fizermos um exame da Palavra de Deus seriamente, nós diremos: “eu não posso permitir não dar a Deus e a Sua Palavra prioridade em minha família.”. Samuel Davies disse uma vez: “Já que você foi formado neste mundo somente, haveria alguma força nesta objeção, mas quão estranho soa esta objeção vinda de um herdeiro da eternidade! Ore, o tempo que é dado a você serve pra quê? Não é principalmente para que você possa se preparar para a eternidade? E Não é para ter tempo para aquilo que é o assunto de maior interesse em suas vidas?”.

  • Não há nenhuma hora regular em que todos nós podemos estar juntos . Se vocês têm conflitos nos compromissos – particularmente quando as crianças mais velhas estiverem na faculdade – você deve fazer o melhor que você pode. Não cancele a adoração da família se alguns dos seus filhos não estão em casa. Tenha o culto familiar quando a maioria dos membros da família está presente. Se os conflitos nos horários aparecerem, mude ou cancele a atividade que ameaça o culto, se possível.A adoração da família deve ser um evento inegociável. Os negócios, os passatempos, os esportes, e as atividades da escola são secundários à adoração da família.
  • Nossa família é muito pequena . Richard Baxter disse que para dar forma a uma família, você necessita somente um que governe e um que é governado. Você necessita somente dois para o culto familiar. Como Jesus disse, ” Pois onde se acham dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” (Mateus 18:20).
  • Nossa família é muito diversa para que todos sejam beneficiados . Tenha um plano que cubra todas as idades. Leia alguns versos de um livro de histórias da Bíblia para os menores, aplique um provérbio para os mais velhos, e leia uma página ou duas de um livro para os adolescentes. Um planejamento sábio pode conquistar todas as diversas idades.Além disso, esta variação nos filhos somente afeta diretamente aproximadamente um terço do culto familiar; não afeta a oração e os louvores. Todos os grupos de idade podem cantar e orar juntos. Então, também, recorde que a instrução bíblica não tem que ser aplicada diretamente a todos os presentes. Enquanto você ensina aos adolescentes mais velhos, as crianças pequenas estão aprendendo a sentarem-se quietas. Entretanto, não continue discussões demasiado longas, ou você perderá o interesse de todos. Se os adolescentes quiserem continuar, conclua a discussão depois da oração final e despesa os mais novos.Assim também, enquanto você está ensinando as crianças mais jovens, jovens mais velhos estão escutando. Eles estão também aprendendo pelo exemplo como ensinar crianças mais jovens. Quando eles se casarem e tiverem filhos, eles lembrar-se-ão de como você conduziu a adoração da família.
  • Eu não sou bom em dirigir minha família em culto . Aqui estão algumas sugestões. Primeiro, leia um livro ou dois sobre culto familiar, tal como aqueles escrito por James W. Alexander, Matthew Henry, John Howe, George Whitefield, Douglas Kelly, e Jerry Marcellino. Faça bom uso do livro de Terry L. Johnson “O Livro de Adoração da Família: Um Livro de Recurso para Devoções da Família”. Segundo, peça orientação de pastores e pais tementes a Deus. Pergunte se eles podem visitar seu lar e então mostra-lo como dirigir a adoração da família, ou observe-lo como você faz e pedir sugestões. Terceiro, comece com simplicidade. Eu creio que você já deve estar lendo as Escrituras e orando juntos. Se não, comece a fazer isso. Se vocês estão lendo e orando juntos, adicione uma ou duas perguntas sobre o texto lido e cante alguns Salmos ou hinos. Adicione um minuto ou dois cada semana até que vocês cheguem a uns vinte minutos.Sua habilidade aumentará com a prática. Como George Whitefield disse: “Onde o coração está corretamente disposto, não há qualquer exigência de capacidades incomuns para desempenhar o culto familiar de uma maneira decente e edificante.”.O mais importante é pedir que o Espírito Santo mostre-o como fazer. Então, transbordando da abundância do coração, a sua boca falará. Como Provérbios 16:23 diz, “O coração do sábio instrui a sua boca, e aumenta o saber nos seus lábios.”.Pode ser que nosso real problema no culto familiar não seja nossa incapacidade de orar, ler, e instruir se comparado com nossa falha em se agarrar as promessas surpreendentes e o poder que Deus deu-nos para formar Suas crianças da aliança para Sua glória?
  • Alguns dos membros de nossa família não participam . Pode haver casas em que é difícil de manter o culto familiar. Entretanto, tais casos são raros. Se você tem filhos difíceis, siga uma regra simples: Sem Escrituras, sem louvor, e sem oração então sem comida. Diga, “Nesta casa, nós serviremos o Senhor. Todos respiramos, portanto cada pessoa em nosso lar deve louvar o Senhor.”. O Salmo 150:6 não faz tais exceções, mesmo para filhos não convertidos. Diz, “Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor!”.
  • Nós não queremos fazer hipócritas os nossos filhos não convertidos . Um pecado não justifica outro. A mentalidade que oferece esta objeção é perigosa. Uma pessoa não convertida nunca pode pleitear um estado de não-conversão para negligenciar o dever. Não encoraja seus filhos a usarem esta desculpa para evitar o culto familiar. Realce sua necessidade de usar todos os meios de graça.
  • Eu não sei cantar . Encoraje seus filhos a aprenderem a tocar piano ou órgão. Ou coloque alguns Salmos ou hinos numa fita, escreva as palavras da fita, e trabalhe usando a fita com a sua família.Os Reformadores eram fortes no uso da música. Lutero disse, “Aquele que não acha o presente e sabedoria perfeita de Deus nos Seus trabalhos maravilhosos de música, é verdadeiramente uma estúpido, e não é digno ser considerado um homem.”

Fonte: http://www.monergismo.com/textos/familia_casamento/culto_familiar_beeke.htm#_Toc97150389

Anúncios

From → Diversos

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: