Skip to content

1 e 2 Crônicas

20/08/2012

1)       INTRODUÇÃO

Chegamos aos livros de Crônicas, que semelhantemente a 1 e 2 Samuel e 1 e 2 Reis formavam um único volume.

Quando abrimos em 1 Crônicas nos deparamos com 9 capítulos de genealogias e, finalmente, quando acabamos, lemos uma história que já foi contada em Samuel e Reis.

Por que registrar os relatos do mesmo período histórico? Por que incluir extensas genealogias, com atenção especial para a descendência de Judá e Levi?

E mais. Por que, ao contar a história de Davi e Salomão, o cronista omite os incidentes que maculam a vida de ambos? Por que ao falar sobre o reino dividido, o cronista ignora o Reino do Norte?

2)       CONTEXTO HISTÓRICO:

Da narrativa.

O contexto histórico dos fatos narrados pelo livro é o mesmo já visto nos livros de Samuel e Reis.

Do autor

Os dois últimos versículos de 2Cr. nos mostram o tempo em que o livro foi escrito, pois faz menção ao decreto de Ciro, governante persa.

O período da escrita fica ainda mais claro ao lermos o v.21, que fala dos 70 anos em que Judá permaneceu no exílio na Babilônia.

Crônicas, portanto, pertence ao período persa pós-exílico, o mesmo de Esdras, Neemias e Ester.

3)       CONTEXTO LITERÁRIO:

O livro segue uma divisão simples:

i. Genealogias (1 Cr. 1-9)

ii. Monarquia unida sob Davi e Salomão (1 Cr. 10 – 2 Cr.9)

iii. Reino dividido (2 Cr. 10-36).

É importante lembrar que o cronista é, antes de tudo, um teólogo. Sua maneira de narrar a história está intimamente ligada à sua teologia. É o que veremos a seguir.

4)       CONTEXTO TEOLÓGICO:

Apesar de muitas semelhanças com Reis, é forçoso que reconheçamos a seletividade e a interpretação da história à luz da teologia de seu autor.

O autor de Reis tentava responder se Deus havia falhado em suas promessas e porque o povo escolhido estava indo para o exílio. O cronista quer responder se Deus havia revogado a aliança com o povo, se os exilados ainda eram povo de Deus e qual a relação das alianças do passado com eles.

Para isso, o cronista começa o livro com genealogias. Ele começa em Adão, mostrando que a eleição de Israel vinha desde a criação. Dá ênfase especial sobre a descendência de Judá e Levi, deixando claro que o povo do pós-exílio era ainda descendência real e sacerdotal.

Genealogia, portanto, é um recurso para mostrar que Deus governa a história, é o criador, sustentador, artífice da aliança, juiz (1 Cr. 5.24-26), doador da terra e redentor do povo; mas também serve para relembrar a identidade de Judá (linhagem real e linhagem sacerdotal)

Ao passar para o relato da monarquia unida, o cronista retrata Davi e Salomão como gloriosos e obedientes. Por que? Trata-se de uma deturpação dos fatos? Não. O retrato idealizado dos reis reflete a esperança escatológica do cronista de um reino ideal, pois não havia rei em Israel quando o cronista escreveu. Crônicas omite os fatos que possam macular Davi e Salomão (exceto o recenseamento de 1Cr.21)

O cronista também tem profundo interesse no templo, na sua construção e na dinâmica de adoração (1Cr. 22, 23, 24, 25, 26, 28, 29). Isso mostra a preocupação com as prescrições da aliança sobre o lugar que Deus escolheu para adorá-lO e com o sacerdócio.

Dois versículos resumem bem a mensagem de Crônicas: 1 Cr. 17.12 e 2 Cr. 7.14. Lidos em conjunto nos falam do Reino e do templo. A mensagem é clara: todo o Israel é reino de sacerdotes (Êx. 19.6).

Aliás, “todo o Israel” é uma expressão que se espalha pelo livro todo (37 vezes). Ela designava todos aqueles para quem a verdadeira monarquia se expressava por meio dos descendentes de Davi e para quem o verdadeiro sacerdócio se apresentava por meio dos filhos de Arão.

Os reis de Judá, sucessores de Davi, também aparecem exaltados. Josias e Ezequias são exemplos disso. Os reis do Norte não são da dinastia davídica, portanto, não interessam ao cronista e, por isso, não aparecem na narrativa.

Outra preocupação teológica do cronista é demostrar que cada geração recebe a justa retribuição do Senhor pelo mal ou pelo bem.  Portanto, cada geração deve “buscar ao Senhor” (1Cr. 10.13,14; 22.19; 28.9; 2Cr.11.16; 12.14; 14.4,7; 15.2,4,12,13,15; 16.12; 17.4; 18.4; 19.3; 20.4; 22.9, etc.)

Anúncios
Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: