Skip to content

Sobre a EBD da Catedral

Olá,
A Escola Bíblica Dominical da ICNV Catedral iniciou suas atividades em 13/3/2011, com o curso de imersão bíblica, que consiste em um panorama dos livros da Bíblia e dos seus principais gêneros literários.

Em 22/4/12 abrimos uma turma na parte da tarde, também com a imersão bíblica, enquanto a turma da manhã prossegue seus estudos no segundo módulo, a imersão teológica.

Nossas aulas acontecem todos os domingos às 8h30 e às 17h30.

A IMPORTÂNCIA DA ESCOLA DOMINICAL NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO CRISTÃ

A Escola Bíblica Dominical está inserida num amplo contexto educacional denominado Educação cristã. A educação cristã, como instrumento de formação e aperfeiçoamento do caráter cristão, não ocorre apenas no ambiente da Escola Bíblica Dominical, mas em todos os setores e seguimentos da igreja local.

Mas então, qual a importância da EBD?

Primeiramente, porque todos tem acesso. A EBD é inclusiva em sua natureza.

Outra razão é que a Escola Dominical é a própria igreja ministrando ensino bíblico metódico e sistemático. No primeiro século não havia templos. As famílias reuniam-se nas suas casas para orar  e estudar a Palavra de Deus. Os crentes mais experientes ensinavam os neófitos basicamente de forma expositiva e em tom familiar (homilétike); explicando e interpretando os pontos mais difíceis das Escrituras de acordo com a orientação dos apóstolos e diretamente do Espírito Santo.

Cremos ainda que a EBD é um instrumento poderoso para o alcance dos objetivos da Grande Comissão (Mt.28.16-20), motivada pelo Grande Mandamento (Mt.22.34-40).

Vale dizer, por amor a Deus e ao próximo, enquanto peregrinamos neste mundo, discípulos são formados e ensinados, a fim de que outros sejam igualmente alcançados.

4 comentários
  1. SOU DA OPINIÃO, QUE CADA AULA TIVESSE UM QUESTIONÁRIO DO ASSUNTO P/ COMPLEMENTAÇÃO DO ENSINO, NO FINAL DO CURSO TERÍAMOS UMA ‘BATERIA’ IMPORTANTÍSSIMA.

  2. GRAÇA E PAZ A TODOS IRMÃOS EM CRISTO. “ORAÇÕES SEM RESPOSTAS”, ENTENDO QUE A ORAÇÃO É UM ATO QUE INCLUI TODAS AS ATITUDES DO ESPÍRITO HUMANO EM SUA APROXIMAÇÃO A DEUS. O CRISTÃO PRESTA CULTO A DEUS QUANDO O ADORA, CONFESSA, LOUVA OU SUPLICA EM ORAÇÃO. ORA PORQUE DEUS JÁ TOCOU NO SEU ESPÍRITO. A ORAÇÃO NÃO É UMA REAÇÃO NATURAL (Jo 4.24).. “O QUE É CARNE É CARNE (Jo 3.6) CONSEQUENTEMENTE O SENHOR NÃO OUVE QUALQUER ORAÇÃO (Is 1.15; 29.13). a DOUTRINA BÍBLICA DA ORAÇÃO DESTAQUE O CARÁTER DE DEUS, I.E COMO ORAR E SER OUVIDO E USAR O NOME DE JESUS; E OBRIGAÇÕES,{COMO O DEVER DE ORAR (Lc18.1)

  3. CONTINUAÇÃO: JESUS MUITO ENSINOU ACERCA DA ORAÇÃO, QUE SE ENCONTRAVA EM SUAS PARÁBOLAS, DEVENDO SER FEITA EM SEU NOME (Jo14.13; 15.16), POR MEIO DE QUEM NOS LEVA A PRESENÇA DO PAI. ELE ORAVA EM SEGREDO (Lc 5.16); EM PERÍODOS DE CONFLITO ESPIRITUAL (Lc 22.39-46;Jo 12.20-28. AÇÕES DE GRAÇAS (Mt26.27; Lc10.21; Jo 6.11. BUSCANDO ORIENTAÇÕES (Lc 6.12ss); INTERCEDENDO (Jo 17.6-26) COMUNGANDO C/ O PAI (Lc 9.28ss); PEDINDO UNIDADE DA IGREJA (Jo 17). Temos a oração do PAI-NOSSO (Mt 6.9-13; Lc 11.2-4) QUE É UM MODELO DE ORAÇÃO. TEMOS TRÊS PRINCÍPIOS BÁSICOS DA ORAÇÃO: EM NOME DE CRISTO ( Jo 14.13;15.16); DEVE ESTAR DE ACORDO C/ A VONTADE DO PAI (1 Jo 5.14) E DEVE SER FEITA NO PODER DE CRISTO.. enfim vamos simplificar:” OITO ORAÇÕES SEM RESPOSTAS”: QUANDO É INSINCERA (Mt 6.5-7); QUANDO USADA NO LUGAR DA AÇÃO ( Êx 14.15); QUANDO OS MOTIVOS E DESEJOS SÃO CARNAIS ( Tg 4.2-3); MUDAR O PROPÓSITO DE DEUS (Dt 3.25-27); COLOCANDO A VONTADE DE DEUS DE LADO ( 1Sm 8.7-18); QUANDO HÁ INCREDULIDADE Tg 1.6-7); QUANDO PROCURA EVITAR O CASTIGO NECESSÁRIO (2 Sm 12.16-18) VOLTANDO P/ AS OPORTUNIDADES PERDIDAS (Lc13.25-24). FINALMENTGE, ORAMOS E LOUVAMOS A FIM DE QUE SEJAMOS OUVIDO PELO PAI. AMÉM. TEXTO BASEADO NA APOSTILA DA AGRADE.

  4. MAIS UM POUCO SOBRE ORAÇÃO: DEZ INGREDIENTE S DA ORAÇÃO: 1) IMPORTUNO ((INCOMODAR C/ SUPLICAS) Mt7.7-11; 2) TENACIDADE (PERSISTÊNCIA, CONTINUIDADE) (Lc 18.1-8); 3) AUTO-HUMILHAÇÃO -(Lc 18.10-14) 4) CARIDADE OU AMOR (Gl 5.6); 5) SIMPLICIDADE (Mt 6.5ss; Mc 12.38-40; etc; 6) INTESIDADE (Mc 13.33; 14.38); 7) UNIDADE (At 12.12; 8) FERVOR (At 12.5) 9) CONFIANÇA (Hb 4.16); e, 10 FÉ ( Mt 15.28; Mc 11.22-23). ” tipos de oração”: ADORAÇÃO (Sl 145) 2) LOUVOR OU AÇÃO DE GRAÇAS (DIZER GRAÇA A DEUS, OBRIGADO) LC 10.21; Sl 103.1-5; 116;135;136;147-148;150. 3) INTERCESSÃO (Jó 42.10); 1 Sm 12.23) Ez 22.30); 4 APETIÇÃO (Mt 7.7-8) 5) CONSAGRAÇÃO OU ENTREGA (rM 12.1) 6) CONFISSÃO ( 1 Jo 1.9); 7) SÚPLICA (Ef 6.18; Dn 9.3; Os 12.4: etc 8) da fé ( Jo 14.13; Mc 11.22-23; Mt 12.29) E EM ESPÍRITO VER 1 Co 14. ( efetivamente são os integrantes de uma oração).O importante é orar com o seu coração, limpo. AMÉM.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: