Skip to content

Efésios

27/01/2012

1. INTRODUÇAO
A carta aos Efésios é considerada uma das mais belas do NT. Traz uma sólida doutrina da igreja e uma percepção maravilhosa da soberania e majestade de Cristo. Juntamente com Colossenses, Filipenses e Filemon compõe o grupo de cartas chamadas epístolas da prisão. Em Ap. 2.1-7, Éfeso é citada novamente e recebe uma repreensão por ter perdido o primeiro amor.

2. QUEM? (Autoria)
Não há dúvidas sobre a autoria de Paulo, declarada em 3.1.
Tíquico, mencionado em 6.21 foi o portador da carta.

3. QUANDO? ONDE? (Data e Local)
De acordo com as referências em 3.1, 4.1 e 6.20, Paulo encontrava-se preso. Mas a que prisão Paulo estava se referindo, já que houve mais de uma? Com quase absoluto grau de certeza, podemos identificar o período do aprisionamento em Roma (At. 28.30), o que ocorreu no ano 60 dC.

4. PARA QUEM? (A cidade de Éfeso e os “efésios”)
Éfeso era a principal cidade da província da Ásia na época de Paulo. Ali localizava-se o templo de Ártemis ou Diana.
Desde o início de suas viagens, Paulo intencionou fazer de Éfeso um centro para evangelização da Ásia, mas At.16.6 mostra que Deus tinha outros planos naquele momento.
Paulo passou por Éfeso no retorno de sua segunda viagem (At. 18.21), mas ali não se demorou. Somente na terceira viagem é que Paulo permaneceu em Éfeso cerca de 3 anos (At. 19.8-10), o que torna esse período de permanência o mais longo registrado em Atos.
Mas quem eram os efésios? Duas referências chamaram a atenção dos estudiosos, causando estranheza: 1.15 e 3.2. Além delas, a falta da tradicional saudação pessoal no fim da carta também é digna de nota. Por que?
Se Paulo passou 3 anos em Éfeso, conhecia muito bem aquela igreja e as pessoas que ali congregavam. Como pode então, apenas 3 anos depois desse período de permanência, Paulo se referir aos efésios com as palavras “desde que ouvi falar” (1.15) e “certamente vocês ouviram falar” (3.2)? Se Paulo conhecia pessoas em Éfeso, porque não mencionou seus nomes como fez nas demais cartas, saudando-os ao final?
Tudo isso levou os estudiosos a pensar que, na verdade, a carta aos “efésios” era uma carta circular a várias igrejas daquela região, algumas das quais Paulo não conhecia pessoalmente e que se desenvolveram ao longo dos 3 anos que se seguiram à permanência do apóstolo na cidade de Éfeso.
Alguns propõem que a carta mencionada em Cl. 4.16 é a carta aos efésios que temos hoje na Bíblia.

5. POR QUE? (Teologia de tarefa)
Diferentemente das demais cartas, não sabemos que circunstância específica ensejou a escrita de Efésios. No caso de ser uma carta circular, podemos compreender que a intenção de Paulo era fortalecer a compreensão das igrejas a respeito do que Deus fez por eles e do que eles deveriam fazer à luz disso. Perceba que Paulo, nas duas orações que faz na carta, pede para que os efésios cresçam em conhecimento (1. 15-23; 3. 14-19)

6. COMO? (organização e mensagem)
A estrutura da carta é simples. Podemos dividi-la em duas seções:
• Caps. 1-3: Paulo fala do que Deus fez por nós em Cristo, começando da eternidade e chegando ao presente com a união de gentios e judeus sob o senhorio de Cristo, cabeça da igreja. Na Teologia, chamamos isso de indicativos.
• Caps. 4-6: Paulo mostra como devemos viver à luz daquilo que Deus fez por nós. Chamamos isso de imperativos.
Assim, podemos resumir a mensagem de Efésios da seguinte maneira: a graça de Deus atuando na igreja e por meio dela.

Anúncios

From → Novo Testamento

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: